sexta-feira, 25 de novembro de 2011

FRAGMENTOS



Nada lhe posso dar que já não exista em você mesmo.
Não posso abrir-lhe outro mundo de imagens, 
além daquele que há na sua própria alma.
Nada lhe posso dar a não ser a oportunidade,
o impulso, a chave.
Eu o ajudarei a tornar visível o seu próprio mundo, 
e isso é tudo.


(Hermann Hesse)


  Te ofereço o meu amor,torto,sinuoso
  na imagem desfocada, nas palavras sem som
  no prazer solitário, nas lágrimas silenciosa
  que já faz parte sim,minha cama pequena
  cabia nós dois ,se tornou grande demais ,
  e não está cabendo o vazio que está dentro de mim...


                                 G.Mariah

3 comentários:

  1. ...gostei...((cama pequena,se tornou grande demais...))...este vazio do amor...ecoa...
    Bom final de semana!

    ResponderExcluir
  2. Amor...Amor...Amor...! Sempre o Amor...!!
    Ai que delicia seu Blog, lindo por dentro
    e por fora...!! Impossível ñ te seguir...

    ResponderExcluir
  3. Olá.Essa é minha primeira visita ao blog.Vi seu link em outro blog e resolvi vir conhecê-lo.Adorei seu blog e já estou lhe seguindo.Seu blog é muito bem organizado e suas postagens muito bem elaboradas.Te convido a conhecer meu blog e segui-lo também.Aguardo sua visitinha!
    Bjs!
    Zilda Mara
    http://www.cacholaliteraria.blogspot.com

    ResponderExcluir